A Orientação Vocacional e Escolha da Carreira. Fernando Magalhaes- Psicólogo
Psicologo Clinico Dr Fernando Lima Magalhaes
 
 

Orientação Vocacional

 

O que é a Orientação Vocacional?

jovem vestido de medicoA concepção mais recente é considerar a Orientação Vocacional como tendo o objectivo de capacitar o indivíduo para tomar decisões, não apenas em termos de carreira (na escola e na profissão), mas sempre que for necessário.

Com este objectivo, são realizadas várias actividades num processo de orientação vocacional, idealmente entre 5 a 10 consultas:

- Análise de si próprio em relação ao mundo de trabalho, através da realização de questionários de interesses e valores profissionais. Os valores são os ideais para as pessoas, fonte de motivação e de realização pessoal. Explorar capacidades e aptidões.

- Avaliação da Maturidade Vocacional

- Análise dos Mitos Vocacionais. Os indivíduos possuem, muito frequentemente, crenças sobre o desenvolvimento vocacional, que podem interferir de forma negativa na capacidade de tomada de decisão. (ex: " Tenho que ter a certeza absoluta antes de agir; " Se tiver um bom emprego serei feliz")

- Exploração das Ofertas de Formação. Explorar e conhecer as possibilidades de formação oferecidas pelo sistemas educativo. Conhecer cursos e profissões.

- Integração de todo um processo de Orientação Vocacional

A Orientação Vocacional destina-se a Jovens e Adultos, a partir dos 15 anos.

 

Perguntas e Respostas...

O meu filho não sabe que curso superior deve escolher e eu não sei qual a melhor forma de o aconselhar? Existem testes que podem ajudá-lo a escolher? Que critérios ele deve ter em conta para decidir? Que tipo de estratégias ele pode seguir para o ajudar a decidir qual a área que deve seguir?

É frequente o medo e indecisão na escolha de um curso, porque optar por uma carreira depende do grau de maturidade/ conhecimento de si próprio e do mundo que nos rodeia, cada vez mais incerto e precário. Como nos “reconstruímos” toda a vida, quanto melhor for o questionar, vivenciar e experienciar da realidade, mais habilitado estará o seu filho para “escolher” nesta altura.

A escolha vocacional é facilitada num processo onde o seu filho explora um conjunto de situações/experiências que visam desenvolver competências que aumentem a consciência as suas potencialidades/qualidades e dos seus constrangimentos/ recursos, para que construa o seu “caminho” vocacional. Pode ser feito numa escola, em alguns serviços públicos (Câmaras ou GIP´s) ou com um psicólogo.

Neste processo poderá explorar que aptidões possui (predisposições ou tendências para certas áreas), quais são os seus interesses profissionais ( que profissões lhe atraem), que características da personalidade poderão favorecer determinadas profissões (por exemplo, ser mais criativo ou menos introvertido) , quais são os seus ideais ou valores que possam influenciar essa escolha, que competências e capacidades possui ou que gostaria de desenvolver. É importante conhecer bem a oferta formativa e o mundo do trabalho, bem como contatar profissionais das áreas que lhe despertam interesse. Estas experiências podem levar a convergir numa possível escolha, imperfeita, mas a possível no seu contexto de vida.

Apoie o seu filho neste processo, tranquilizando-o em relação à ansiedade que pode sentir, aceitando as suas escolhas e ajudando-o a refletir sobre o processo vocacional.

 

Última Actualização

06-mai-2016

 

 

Marcações de Consultas com Dr. Fernando Magalhães

Para mais informações sobre marcações de consultas, por favor clique aqui.